The Grand Rapids LipDub Video – Um City Branding de cair o queixo

So bye-bye, miss american pie.
Drove my chevy to the levee,
But the levee was dry.
And them good old boys were drinkin’ whiskey and rye
Singin’, "this’ll be the day that I die.
"this’ll be the day that I die."

Foi com esse refrão que os moradores de Grand Rapids (Michigan – USA) resolveram rebater o artigo publicado na revista Newsweek, que apontava a cidade como uma cidade que está morrendo. “We disagreed strongly, and wanted to create a video that encompasses the passion and energy we all feel is growing exponentially, in this great city. We felt Don McLean’s "American Pie," a song about death, was in the end, triumphant and filled to the brim with life and hope.” – são as palavras do diretor e produtor executivo, Rob Bliss.

Aposto que o máximo que a sua cidade já fez foi desfile de fanfarra no 7 de Setembro, né?!

(para os não fluentes em inglês: “Nós discordamos fortemente e queríamos criar um vídeo que englobasse a paixão e energia que todos nós sentimos a cada dia, nesta cidade. Nós sentimos que “American Pie”, do Don McLean, uma música sobre morte era, no final, triunfante e recheada até a ponta de vida e esperança.”)

Mais de 5.000 (cinco mil) moradores se juntaram no dia 22 de maio, no centro da cidade e filmaram este incrível plano sequência. A produção, que custou US$ 40.000 (quarenta mil dólares), financiado por empresas e grupos locais, já bateu o record mundial de plano sequência, pela grandiosidade e planejamento.

Parafraseando o que a Carol Gomes (designer e sócia da 2DA Branding & Design), o vídeo se trata de um autêntico City Branding, pois os próprios moradores se uniram, através de um sentimento de protesto, para fortalecer a marca e imagem da cidade.

Quem quiser se manter atualizado sobre o “The Grand Rapids LipDub Video”, pode curtir a página deles no Facebook: https://www.facebook.com/GRLipDub

Super-Cidades em Pôsters

O fantástico ilustrador e designer gráfico de Chicago, Justin Van Genderen, começou uma nova série de pôsters com as cidades mais famosas do quadrinhos. Uma coleção que qualquer nerd pagaria um bom preço para ter estampado nas paredes do quarto. Por enquanto a coleção figura só com quatro cidades: Gotham, Metropolis, Neo Tokyo e New York – sendo essa última representada duas vezes.

gotham metropolis neotokyo 

nyquarteto nyspider

O portifólio do rapaz está repleto de trabalhos belíssimos, especialmente os diversos pôsters – que parecem ser a diversão preferido de Justin -, em especial a série sobre os planetas de Star Wars. Vale a pena conferir o carinho com que os desenhos são feitos, e torcer pra que o grupo de cidades dos quadrinhos ganhe mais desenhos.

Se alguém quiser aproveitar a oportunidade e presentear um amigo (oi, gente!), os pôsters estão à venda através do site ImageKind. Por enquanto, fica a dúvida: posso tagear esse post como #BrandPlace? Smiley mostrando a língua

Brand Place – Paris vs New York

Branding, de acordo com alguns autores, é o gerenciamento da forma que a sua marca é consumida por seus diversos stakeholders. Consumo esse que pode se dar desde a forma mais básica (no ato da compra) à uma mais ampla e complexa (quais relações e sentimentos a sua marca desperta na mente do seu consumidor). Entenda stakeholders também não só como o consumidor final, que de fato paga pelo produto/serviço. Lembre-se dos funcionários, da mídia, enfim, das diversas outras formas que sua marca interage, é consumida e percebida.

Place branding/Brand Place seria então algo relacionado à como uma região/cidade/estado/país/nação é percebida pelos seus visitantes e moradores, correto?

Bem, se vocês estão comigo, então vão gostar da proposta do blog “Paris Versus New York – a tally of two cities”: o designer – ah, sempre os designers! – Vahram Muratyan desenvolveu diversos postais que botam em cheque as diversas diferenças entre as duas das cidades mais características e encatadoras do mundo, Paris e New York. E, se o que dizem for verdade, é vendo essas diferenças lado a lado que notamos como essas duas jóias da humanidade possuem mais igualdades do que imaginávamos. São, de fato, qualidades que percebemos e nos ajudam a desenvolver o place branding de cada uma delas. Divirtam-se. Alegre

12surnom 01coffee04metro 17creature10bread 16macaron06green 14facades

(post claramente chupado kibado do Fake-Doll, e dedicado ao Rodei Smiley piscando)

24 Horas em… Muita Cor!

O designer e publicitário gaúcho Fernando Volken (@nandovt) produziu uma série de ilustrações para a revista de voo da Qatar Airways – Oryz Magazine. Com um pegada bem infográfica, as artes retratam características e pontos turísticos marcantes de cidades como New York, Madrid, Barcelona, Melbourne, Moscow, e outras.

new_yorkmelbournebarcelona moscowmadrid    shangai

Engraçado essas ilustrações terem caído no meu greader bem na semana em que a Prefeitura de BH lançou a marca oficial da cidade, e no mês em que fizemos um trabalho sobre desenvolvimento de BRAND PLACE específico de BH. Ficou a vontade de ver outras cidades, como Londres, Montréal, Vancouver, Paris, Lisboa, e claro, as brasileiras São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte. Com certeza é um ótimo exercício para se pensar, estudar e desenvolver alguns brand places, não é mesmo?

Pra ver o outros trabalhos – inclusive alguns links de contato – é só clicar aqui.